I present you to Figaro, my cat


Sabem quando a vossa criatividade está a zeros e não fazem a mínima ideia do que publicar? Aquelas brancas que dão quando têm mesmo, mesmo que preparar uma publicação mas não sabem sobre o quê? Era exatamente assim que me estava a sentir no momento de preparar este post. Não sabia sobre o que falar, porquê ou como. Só sabia que tinha que escrever algo! Assim, num ato desesperado de tentar ter alguma ideia, lembrei-me de ir ver as fotografias que tinha aqui pelo computador. Foi então que me apercebi de que tinha imensas fotos do gato mais fofo do mundo (o meu), mas que nunca tinha partilhado nenhuma com vocês. Por isso, hoje apresento-vos o Figaro, o meu gato.

Tapioca and Chia Pudding


Se há coisa que, por vezes, não me deixa perder aqueles quilinhos a mais é o facto de gostar de cozinhar. Especialmente doces! Gosto de ir para a cozinha inventar receitas novas e, claro, depois comer e dar a provar a todos cá em casa. No entanto, ultimamente tenho-me desafiado a mim mesma a cozinhar coisas saudáveis. Sempre gostei deste mundo da comida healthy e nutritiva mas confesso que nos últimos tempos me andava a desleixar um pouco. Assim, recentemente, dei de caras com um pudim de tapioca num restaurante vegetariano aqui em Espinho e, escusado será dizer, fiquei logo a pensar como poderia reproduzir aquilo. Cheguei a casa e, depois de ver 1001 receitas, decidi criar a minha, que hoje vou partilhar com vocês. 

Enjoy a good laugh


Fotografar este oufit foi uma autêntica risota! Comecemos pela escolha do lugar. Saímos de casa (eu, a minha mãe e as minhas irmãs) e eu sugeri logo um sítio. Já conhecia por isso, há partida, as fotos iam ficaram bem. Porém, a minha mãe achou que não. A minha sugestão era uma "seca", segundo ela. Ok, tudo bem. Fomos então em busca de outro lugar à escolha dela. Mas a verdade é que acabamos perdidas no meio do nada, sem nenhum sítio bonito para fotografar. Resultado: Parámos numa rua aparentemente sem movimento e decidimos fotografar ali mesmo, no meio da estrada. Acontece que de pouco movimentada, só  tinha mesmo aparência. Sempre que estava a postos para fotografar, vinham dois ou três carros. Ou seja, passei metade do tempo a correr para a beira da estrada e a outra metada a fazer um esforço para não me desmanchar a rir. Daí estar com cara pouco séria em mais de metade das fotos.

Blouses Wishlist


Adoro camisas! Sejam elas com botões, sem botões, com mangas largas ou justas. Adoro-as. São a minha go-to piece para quando não sei o que vestir e, também, aquilo que visto sempre que quero sentir-me bem e confortável. Se são seguidores assíduos do blog, já devem ter reparado que é raro o outfit em que não esteja a usar uma. Acho que são, realmente, uma peça versátil e que resulta sempre bem. Assim, decidi juntar algumas inspirações que encontrei pelo Pinterest (claro!) e mostrar-vos algumas camisas da Romwe que não importava nadinha de ter no meu armário.
Vamos ver?