Crobar - Cricket Flour Energy Bars


  Já que estou numa de alimentação e estilo de vida saudável - especialmente porque é o mês do #MyFitSelfChallenge -, esta publicação vem mesmo a calhar. O que vos trago hoje é algo um pouco diferente do habitual. Não é uma review de maquilhagem nem de nenhuma peça de roupa, mas sim de barrinhas energéticas. Barrinhas estas diferentes, muito diferentes, das convencionais. Tratam-se das barrinhas energéticas da Gathr Food: As Crobar.

  E perguntam vocês "O que torna estas barrinhas tão diferentes das outras com a mesma funcionalidade?". Pois bem, o que torna este um alimento diferente é o facto de um dos seus componentes ser farinha de grilo. Sim, leram bem: FARINHA DE GRILO
  Quando a oportunidade de trabalhar com a marca surgiu, escusado será dizer que fiquei super reticente. Nunca me tinha passado na cabeça provar tal coisa, nem fazia parte dos meus planos. No entanto, depois de falar com a minha consultora pessoal (aka minha mãe) decidi que iria aceitar. O plano inicial era ela provar por mim e, consequentemente, escrever uma review sobre o produto que eu, posteriormente, publicaria no meu blog. Mas (há sempre um "mas"), ao fim de umas horas a pesquisar toda a informação possível sobre a marca, incluindo ingredientes usados e forma de confeção, cheguei à conclusão de que não podia ser assim tão más. Os grilos usados para fazer famosa - ou não tanto - farinha, são criados numa quinta especifica, situada no Canada, e alimentados apenas com ervas e sementes biológicas. Mas este não é o único ponto positivo. Ora vejam.




  Como já devem ter reparado pela imagem, a minha casa chegaram dois sabores diferentes destas barrinhas: Amendoim & Farinha de Grilo e Cacau & Farinha de Grilo. Rapidamente corri para confirmar se os ingredientes com os quais eram compostas correspondiam ao que tinha lido anteriormente. E sim, sem surpresas. Apesar de terem a adição improvável de farinha de grilo (apenas 6%), os restantes ingredientes pelos quais são compostas são 100% naturais, não contendo qualquer adição de açucares ou produtos químicos. Ótimo, certo? Mas não ficamos por aqui. 
  Este alimento é totalmente livre de gluten, lactose e soja o que para pessoas intolerantes a qualquer um destes elementos é ótimo. Eu, pessoalmente, não consumo qualquer lactose e quase nenhuma soja, por isso fiquei super contente quando reparei nesta particularidade. 
  Falando de sabores, e começando pela de amendoim, tenho a dizer que, das duas, foi a que mais gostei. Sabem aquelas barrinhas do Continente com sabor a amendoim e chocolate preto? Pois bem, é a isso que sabem. A diferença é que estas, em particular, não têm qualquer químico adicionado. Pelo contrário, são compostas apenas por amendoins (37,7%), passas (31,4%), tâmaras (12,6%) e sementes de girassol (10,5%). Apenas! Aliás, podem confirmar na imagem acima. Quando às calorias, esta contém 182 o que para uma barrinha energética é ótimo, uma vez que a seguir é suposto fazer exercício.





  Quanto às de Cacau, tenho a dizer que não gostei nem um bocadinho. Têm um sabor mais amargo do que as anteriores, uma vez que tampouco têm qualquer açúcar adicionado. No entanto, quem gosta do sabor do cacau cru, vai adorá-las! Comparando com a de amendoim, esta contém mais ingredientes, no entanto não deixam de ser todos naturais e cheios de benefícios para a nossa saúde. Eles são: cajus (20,4%), sementes de girassol (15,5%), passas (11,6%), tâmaras (11,6%), cranberries ou arando (10,5%), sementes de chia (6,5%), pó de cacau (5,6%), pedaços de cacau (5,6%), bagas de goji (3,7%), manteiga de cacau (2,8%), aromatizante natural, e, por fim, os tais 6% de farinha de grilo. 
  Quanto à textura das mesmas, em pouco (ou nada) diferem das barras energéticas convencionais, o que é ótimo, pois - pelo menos no meu caso - permite-nos abstrair daquilo que estamos realmente a comer e pensar apenas nos vários benefícios.

Conclusão:
  Depois de ler algumas coisas sobre este produtos, incluindo um pequeno texto na parte de trás da embalagem (que podem ver acima), concluí que a empresa defende estas barrinhas como sendo o alimento do futuro, uma vez que os grilos contém duas (ou três?) vezes mais proteína do que a carne a que estamos habituados a comer, para além de que são mais sustentáveis e a sua criação/produção implica menos danos para o meio ambiente. 
  Como costumam dizer, "primeiro estranha-se, depois entranha-se" e foi exatamente com essa ideia que fiquei depois de provar este (super) alimento. Se voltaria a comer? Porque não? No fundo, estamos a consumir mais sementes e bagas cheias de nutrientes do que propriamente grilos. 

E vocês, ficaram chocados? Dariam uma oportunidade a estas barrinhas?
Podem-me ver a provar estas barrinhas no meu Snapchat - marianadezolt

Ah, e se quiserem saber mais sobre elas visitem o site da Gathr aqui.



Every product marked with c/o was sponsored but my opinion about them is real | Todos os artigos marcados com c/o foram patrocinados mas a minha opinião sobre eles é real

17 comentários

  1. they are so tasty <3 xoxo

    http://glampond.blogspot.it

    ResponderEliminar
  2. Eu não consigo comer essas barrinhas...

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Que loucura! Nunca tinha nem ouvido falar em farinha de grilo! Bem interessante, fiquei curiosa pelo sabor.
    boa semana :)

    Red Behavior

    ResponderEliminar
  4. epah... eu já não sou muito fã de barras de cereais, mas cricket flour??? come-me um bocado a cabeça =P

    http://tehteh25.blogspot.com

    xoxo

    ResponderEliminar
  5. Isto faz-me lembrar uma conversa que a minha irmã teve comigo sobre ter comido grilos numa festa ahah. Idk, soa tão estranho... Eu percebo que sejam animais como outros quaisquer, mas são insectos e insectos não me inspiram muita confiança. Beijinho,
    NOVA PUBLICAÇÃO // neptunesecrets.blogspot.pt // facebook

    ResponderEliminar
  6. Parece-me deliciosas e as imagens ficaram super giras !
    Vou espreitar o site :)
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar
  7. Quando te vi a falar destas barritas no snapchat fiquei super curiosa. Primeiro pensei: ai, não comia! Mas depois quando descreveste os ingredientes fiquei com imensa vontade de testar!

    http://venus-fleurs.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook
    Temos Post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  9. Daria oportunidade a essas barrinhas :p

    http://quase-italiana.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. que estranho! nunca tinha ouvido falar mais confesso que comeria de boa haha
    Pam xo/ Pam Scalfi♥

    ResponderEliminar
  11. Já sabia que os grilos tinham muita proteína, mas não sabia que isso já andava a ser aplicado a alguns tipos de alimentos.:P

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Bem, pelo choque vale a pena experimentar sim essa barrinhas! :p
    Nem conhecia a marca!

    ResponderEliminar
  13. Eu sou super esquisita com essas coisas, não sei se conseguia provar mas ainda bem que provaste e gostaste! :)

    http://big-hill-of-hope.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  14. Bem eu não comeria pelos pobres dos grilos...Mas que bom que gostastes do produto. :)
    Beijinho
    http://themarielement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Love protein bars like these ones. They really come in handy when you're out and hungry.
    Have a nice weekend!

    http://fashionradi.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Admito que à primeira fiquei um pouco chocada mas sem dúvida que dava uma chance! Ahah. Não parecem nada más :P
    beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  17. Olá, querida! <3
    Sinceramente, acho que não seria capaz, porque estaria a imaginar os grilos a saltar ou a cantar enquanto estivesse a comer as barritas, AHAHAHAH, mas acho que fizeste muito bem em experimentá-las! :)

    The Breakeven Girl - http://thebreakevengirl.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Thanks for your lovely comments
Obrigada pelos vossos comentários